Bateram no Meu Carro: Saiba Como Agir Para Evitar Problemas [Passo a Passo]

bateram no meu carro

Bateram no meu carro veja o que fazer para não ter problemas?

Situações inesperadas no trânsito tornam-se cada vez mais comuns.

Veja bem

Seja devido à falta de sinalização adequada nas estradas, frenagens bruscas, buracos na pista, desatenção ou pelo excesso de velocidade.

Em última análise, lidar com esses incidentes é horrível nmão é mesmo? Levando as pessoas para um estado de desespero: “Meu carro foi atingido, e agora?”

Se você já enfrentou essa situação, entende o quão delicada ela pode ser, mesmo que não resulte em danos graves.

O simples susto já é suficiente para deixar alguém tenso, complicando ainda mais a situação

Mas fique tranquilo que vamos te dar toda a intrução necessária para se caso algúm dia vier acontecer, você irá saber como se comportar.

O que fazer se bateram no meu carro?

A prioridade é garantir a sua segurança. Então avalia com calma a situação, verificando se há algum ferimento em seu corpo que ‘possa não ser imediatamente sentido devido à tensão’.

Mas se houver algum problema, solicite ajuda imediatamente.

Então caso esteja bem, o próximo passo é checar se não há vítimas, tanto entre os passageiros do seu veículo, quanto nos outros veículos envolvidos na colisão.

Mas se houver feridos, peça assistência a pessoas ao redor ou ligue para o número 190.

Então é importante lembrar que a omissão de socorro as vítimas de acidente, e considerada uma infração de trânsito.

Bateram no meu carro: O que fazer com o carro em caso de colisão

Nesse momento, é importante prestar atenção para determinar se o veículo está em condições de circular sem agravar os danos.

Se sim, retire-o da via e estacione em um local seguro.

Além de prevenir novos acidentes, essa ação evita a aplicação de multas por obstrução do tráfego, sem mencionar a possível perda de pontos na carteira.

Se o veículo não estiver em condições de rodar, acione um guincho, mantenha o pisca-alerta ligado e posicione o triângulo de sinalização a 30 metros do automóvel.

Outros envolvidos

Bateram no meu carro: Em situações de colisões, é essencial avaliar a situação com o outro motorista.

Nesse sentido, é importante manter a calma e buscar um diálogo, uma vez que a situação por si só já é estressante, evitando discussões desnecessárias.

É fundamental anotar os dados do outro condutor e de seu veículo, além de trocar informações de contato.

Se não houver conflitos ou feridos, a presença da Polícia Militar pode não ser necessária, sendo preferível resolver a situação de forma amigável.

Registro do ocorrido

Bateram no meu carro: registrar o incidente é de extrema importância, especialmente se a parte responsável ameaçar fugir das responsabilidades.

Portanto, tire fotos da cena, dos danos causados e das placas dos veículos envolvidos. Além disso, é aconselhável anotar os dados de testemunhas.

É recomendável fazer um Boletim de Ocorrência (BO) para documentar a situação e se resguardar em casos em que seja necessário recorrer à justiça.

O BO deve conter a cronologia do acidente e todas as informações relevantes, incluindo detalhes sobre os veículos e dados dos envolvidos, incluindo testemunhas.

Bateram no meu carro

Bateram no meu carro: Quem é responsável pelos custos após um acidente?

A responsabilidade recai sobre a pessoa que causou o acidente ou sobre o proprietário do veículo que estava sendo conduzido por ela.

Então em situações em que há lesões corporais, o seguro obrigatório DPVAT oferece cobertura, mas os danos materiais devem ser pagos pelo responsável pelo acidente.

Assim, se alguém colidiu com o seu carro, não é necessário acionar o seguro do seu veículo.

Em vez disso, é preciso buscar o reembolso dos danos junto à pessoa que causou a colisão.

Então caso o responsável pelo acidente tenha um seguro auto, a seguradora pode ser encarregada pelos danos materiais e corporais causados aos outros motoristas.

Contudo, isso dependerá do tipo de cobertura que ele tiver contratado.

Então se não possui cobertura ou seguro, ele mesmo será responsável por arcar com todas as despesas.

O que fazer se bateram no meu carro e não querem pagar? 

Quando você se envolve em um acidente de trânsito e a outra parte se recusa a pagar ao seu carro, há algumas etapas que você pode seguir para buscar o conserto do veículo, um deles pode ser entrar em contato com um advogado.

O que fazer se o motorista que bateu fugiu?

Documente tudo, tire foto da placa do veículo e coloque todos os detalhes possíveis no boletim de ocorrências, como marca, modelo, cor, entre outros.

Então, além disso, é recomendado verificar se há câmeras de segurança na área para solicitar as imagens relevantes.

O que a proteção veicular cobre em caso de batida?

Então, no caso de uma colisão, a proteção veicular proporcionar diversas coberturas, variando de acordo com o tipo de plano escolhido.

As coberturas mais comuns compreendem:

  1. Danos ao seu veículo: Cobertura para reparo ou substituição de peças danificadas do seu carro.
  2. Danos a terceiros: Garantia para reparos no veículo da outra parte envolvida no acidente.
  3. Despesas Médicas: Cobertura para custos médicos decorrentes do acidente, tanto para você quanto para os passageiros.
  4. Assistência 24 horas: Em algumas situações, o seguro pode oferecer serviços como guincho, troca de pneus e assistência em viagem.
  5. Indenização Integral: Nos casos de perda total do veículo, o proteção pode pagar o valor integral do carro, conforme a tabela FIPE ou o valor acordado na apólice.

Essas são algumas das principais coberturas que podem ser incluídas na sua proteção veicular situações de colisão.

Certifique-se de revisar sua apólice para entender completamente quais benefícios estão disponíveis para você.

Bateram no meu carro

Evite dores de cabeça, conheça a APVS Brasil Maior Proteção Veicular da America Latina

A APVS se destaca como a principal referência no segmento há 14 anos, contando com mais de 280 mil associados ativos.

Então, com a maior estrutura física do país, totalizando 5 mil m² em MG e 14 mil m² no RJ, nossas matrizes localizam-se em MG, RJ e SP, além de contarmos com mais de 300 regionais espalhadas por todo o Brasil!

Mas nossos mais de 1.200 funcionários internos trabalham incansavelmente para oferecer um serviço completo e atender da melhor forma possível nossos associados.

Em casos de PT, Furto, Roubo e Terceiros, garantimos a isenção de cota de participação.

Além disso, em indenização integral, proporcionamos o pagamento de 100% à vista do seu veículo pelo ano modelo, sem a necessidade de parcelamentos.

Mas, diferentemente de muitas associações no mercado, não trabalhamos com parcelamentos, assegurando uma solução financeira mais transparente.

Então destacamos oferecendo cobertura total de incêndio, abrangendo não apenas aqueles provenientes de colisão, mas também decorrentes de panes elétricas e mecânicas.

Na APVS, incluímos rastreador para proteção em casos de fenômenos da natureza.

Mas somos reconhecidos como líderes no segmento de veículos leves e pesados há 14 anos, proporcionando benefícios exclusivos aos nossos associados.

Conheça nossos serviços detalhados acima e aproveite de uma proteção completa e diferenciada para o seu veículo!

Se deseja fazer uma cotação na APVS Brasil, clique AQUI e fale conosco agora mesmo!

É necessário acionar a polícia militar no local do acidente?

Bateram no meu carro: A presença da polícia militar no local do acidente não é obrigatória se não houver vítimas. No entanto, exceções são feitas em algumas situações específicas, tais como:

  1. Um dos motoristas está embriagado.
  2. Ocorreu agressão física entre as partes envolvidas.
  3. Danos ao patrimônio público foram causados.

Mas nesses casos, o policial presente realizará o boletim de ocorrência imediatamente, registrando todas as informações necessárias.

Então pode ser solicitada a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) para o registro das informações no documento.

Em grande parte das situações, a presença de um agente de segurança não é necessária, possibilitando uma resolução amigável entre os motoristas.

Mas, além disso, como mencionado anteriormente, o boletim de ocorrência pode ser feito de forma digital.

Dica adicional: direção defensiva, dirija por você e pelos outros!

A maioria dos acidentes é causada por falha humana, e mesmo sem vítimas, os transtornos e prejuízos podem ser significativos.

Mas, para evitar colisões entre veículos e outros acidentes, é essencial praticar a direção defensiva, seguindo algumas dicas:

  1. Mantenha uma velocidade compatível com a pista e as condições climáticas.
  2. Evite o uso do celular ou qualquer outro item que possa distrair durante a direção.
  3. Mantenha uma distância segura de outros veículos, especialmente em situações de risco.
  4. Utilize os retrovisores frequentemente para monitorar o entorno.
  5. Ultrapasse apenas em locais permitidos e com a velocidade adequada, lembrando-se de fazê-lo pela esquerda.

Então agora, você está preparado para lidar com situações em que batem no seu carro.

Conheça mais sobre as coberturas da APVS Brasil

Colisão:

  • Abrange impactos entre dois veículos.
  • A cota de participação varia de acordo com o modelo, incluindo veículos leves e pesados (carros, motos e caminhões).
  • Compromisso de consertar o caminhão do associado em até 60 dias úteis; caso contrário, direito a indenização para cobrir despesas no período sem trabalhar.
  • Oferece 1 reboque a cada 30 dias.

Cobertura de Terceiros:

  • Cobertura para até 30 e 50 mil carros.
  • Cobertura de até 20 mil para motos.
  • Cobertura de 30 a 500 mil para veículos pesados.
  • Isenção de cota de participação para acionamento de terceiros veículos leves APVS Brasil.
  • APVS Truck com cota de participação por veículo envolvido.

Perda Total:

  • Quando o veículo sofre dano que ultrapassa 75% da FIPE, conforme regulamento; no entanto, a APVS Brasil pratica 55%, e o APVS Truck, 75%.
  • Isenção de cota de participação.
  • Indenização à vista.

Então veja mais sobre as abrangentes coberturas oferecidas pela APVS Brasil e garanta a proteção ideal para o seu veículo.

Se deseja fazer uma cotaçao na APVS Brasil, clique AQUI e venha para a maior estrutura fisica do pais.

Acidentes de trânsito disparam

O número absoluto de mortes por acidentes de trânsito no Brasil aumentou em 13,5% entre 2010 e 2019, conforme dados do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea).

Mas a taxa de mortalidade por 100 mil habitantes também subiu 2,3%, resultando em mais de 390 mil óbitos relacionados a ocorrências de transporte terrestre nesse período.

Então a campanha “1ª Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2010, buscava reduzir em 50% a mortalidade até 2020.

No entanto, o Balanço da 1ª década de ação pela segurança no trânsito no Brasil, divulgado pelo Ipea, revela que o país não atingiu essa meta.

Mas os acidentes envolvendo motocicletas foram os principais responsáveis pelo aumento da mortalidade, dobrando em relação à década anterior e representando 30% dos casos fatais.

Em contraste, os índices de atropelamentos, acidentes com carros, ônibus, caminhões e bicicletas se mantiveram estáveis ou diminuíram.

Lamentavelmente, os acidentes de trânsito continuam a aumentar, registrando um aumento de mais de 15% apenas em 2023.

Diante desse cenário, é importante contar com uma proteção veicular confiável, como a oferecida pela APVS Brasil, que realmente resguarda seu veículo contra roubo, furto, perda total e muito mais.

Garanta a segurança do seu patrimônio com a APVS Brasil, clique AQUI e fale com a gente agora mesmo.

Conclusão Bateram no meu carro

Mas seguinto algumas orientações específicas, você pode lidar especialmente com as consequências do acidente, vamos reforça-las

  1. Garanta a Segurança: Certifique-se de que você e os demais envolvidos estão seguros. Avalie se há ferimentos e, em caso de necessidade, chame imediatamente ajuda médica.
  2. Documente a Cena: Faça registros visuais da cena do acidente, incluindo fotos da posição dos veículos, danos causados e placas dos envolvidos. Essas informações serão valiosas posteriormente.
  3. Troque Informações: Colha dados do outro motorista, como nome, telefone, endereço, número da carteira de motorista e informações do seguro. Compartilhe suas informações da mesma forma.
  4. Testemunhas e Contatos: Procure por testemunhas no local e obtenha seus contatos, se possível. Isso pode ser crucial caso haja disputas de responsabilidade mais tarde.
  5. Avalie os Danos: Verifique o estado do seu veículo. Se estiver em condições, mova-o para um local seguro. Caso contrário, sinalize a área e acione um guincho, se necessário.
  6. Comunique as Autoridades: Em alguns casos, é necessário acionar as autoridades de trânsito para registrar o incidente. Isso pode variar dependendo da gravidade do acidente e das leis locais.
  7. Registre um Boletim de Ocorrência (BO): Em situações mais complexas, registrar um BO pode ser essencial para documentar oficialmente o incidente e garantir uma análise adequada.
  8. Entre em Contato com o Seguro: Informe sua seguradora sobre o acidente o mais rápido possível. Forneça todos os detalhes e documentos necessários para iniciar o processo de reparo ou indenização.
  9. Procure Aconselhamento Jurídico: Se necessário, consulte um advogado especializado em acidentes de trânsito para orientação sobre seus direitos e possíveis ações legais.
  10. Mantenha a Calma: Lidar com um acidente pode ser estressante, mas manter a calma é fundamental. Evite discussões acaloradas no local e concentre-se em seguir os procedimentos adequados.

Não se esqueça

Que a prevenção é a melhor estratégia.

Praticar a direção desensiva e estar ciente do ambiente ao redor podem contribuir significamente para evitar acidentes.

Mas em casos imprevistos, conttar com uma proteção veicular confiável, como a APVS Brasil, pode proporcionar tranquilidade e suporte quando mais necessário.

Clique AQUI e venha fazer uma cotação na maior associação de proteção veicular da america latina.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos é em suas redes sóciais.

Veja mais

Post relacionados

Mais populares